sexta-feira, 25 de março de 2011

ÁRVORES


 
 Plantando árvores,
em cidades desconhecidas.
Criando sonhos
em lugares desertos.
Deixando pegadas
em áreas isoladas.

Raramente
paro e revejo.
Mas em algumas noites
olho para trás
e tenho a ilusão
de ver cidades
mais verdes,
oásis de verdade,
pegadas que
viram veredas.



Salete Marini e Paulo Rezende
Araçatuba / São José do Rio Preto 2003