quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

ENTARDECER


Sinto o sol aquecendo
meu corpo,
nesse entardecer dourado.
Você,
com olhar selvagem
aquece a alma.
Corpo moreno,
solto ,livre.
O sol
vai indo embora.
Sorriso maroto.
Lábios doces..
Que como sol,
no entardecer,
também
foi...embora....
Não habita mais
o meu mundo.





Experimentanea 4 - 2003
Academia Araçatubense de Letras