segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

MENINO

Hoje, quando senti seus olhos,
percorrendo meu rosto.
Fiquei rubra.
Foi como se minha roupa,
tivesse caído pelo chão.
Um calor subiu pelos pés.
Esse olhar
de homem-menino.
Olhar de fome.
Mulher e homem.
Que sabe o que quer.
Menino atrevido,
venha me fazer mulher...