quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

BRINCAR

Na minha infância


eu era criança.


Brincava de bonecas.


Na adolescência,


meu brinquedo


eram promessas.


Hoje adulta,


continuo brincando,


com palavras.


Me sinto,


ainda, moleca.