terça-feira, 14 de dezembro de 2010

INTIMIDADE



O chuveiro aberto.
A água cai
pelo seu corpo,
o sabonete
vai passando
por todos os lugares,
cada pedacinho
de você é lavado
cuidadosamente.
Eu, aqui da cama
fico imaginando,
sentindo o perfume
que vem saindo
pelas frestas da porta.
O chuveiro parou,
agora é a vez da toalha
fazer macios carinhos.
O próximo passo é a pia,
o pincel a espuma
e o aparelho de barbear
desliza suavemente
por todo o seu rosto.
Chegou a minha vez e
também do guarda-roupas.
Primeiro a cueca, a camisa,
calças e meias, finalmente
os sapatos, um perfume.
Uma ultima olhada
no espelho e já está pronto.
Um café apressado,
um beijo e tchau.
Você foi, seu perfume
está aqui.
Seu cheiro ficou comigo,
nas roupas, na cama,
no chão, no travesseiro,
nas paredes e pela casa toda.
Esse cheiro de você
não sai faz
parte de mim....